316

Me abraça!
Não!
Me beija!
Espera!
Me fode!

Me deixa tremer
Me deixa suspirar
Cai do meu lado
Acarinha meu rosto
Me faz perguntas curiosas
E me dá no seu peito
Um confortável encosto

Suspira!
Sorri!
Morde o lábio!
Me encara
E finalmente me beija

Meu corpo está pedindo mais.
Eu sinto que ele pede mais.
Toda vez que estou com você
É assim que me comporto
Sem limites
Sem pudor
Sem me importar com quem está batendo na porta.

Me cansa!
Me arranha!
Não!
Deixa que agora eu te marco o pescoço.

Sorri!
Diz que eu te destruí
Na verdade quem está acabada sou eu
Mas quem disse que eu não aguento um replay?

Me abraça!
Não!
Me beija!
Espera!
Me fode!

-Stéphanie Cribb-
Anúncios

Sedentos

Que merda
Eu já estou escrevendo sobre você
Não estava nos meus planos
E eu nem sei se é uma boa ideia
Mas eu sigo
Diariamente
Com vontade de te ter

Não fazem nem 24 horas
20 talvez
E eu tô ansiosa
Seca
Desiludida
E sem acreditar que podemos repetir aquela coisa bonita

Fala comigo
Por favor
Me diz um oi
Um bom dia
Um boa noite
Não me julgue grudenta,
carente ou melosa
Eu só preciso da tua atenção

Me abraça
Me cheira
Me beija
Tudo isso com saudade
Uma saudade tão grande
que nos transforma em amantes violentos
E, por um ápice do prazer,
sedentos.

Foi abusivo sim

Foi abusivo sim
Quando você dizia gostar mas na verdade nem pensava em mim
Quando você dizia se importar
mas no instante em que eu virava as costas era como se não existisse mais nada no fim

Foi abusivo sim
Quando você acariciou meu rosto
E se desculpou por não ter tempo
Na verdade me enxergou reclamar do teu descaso
E dando voltas e voltas tentou se explicar para não sair devendo

Foi abusivo sim
Quando você não teve o mínimo de consideração
E ao perceber que eu podia viver e conhecer outras pessoas
Quis me cobrar satisfação
Foi abusivo quando você me negligenciou
Quando você prometia que as coisas mudariam depois da campanha mas na verdade tudo só piorou

Foi abusivo quando eu chorei
Quando me odiei
Quando me senti inferior, insegura e insuficiente
Quando me cobrei por algo que era você
E excepcionalmente VOCÊ quem deveria me dar

Foi abusivo quando, bêbado, você me apresentou como sua namorada
mas sóbrio não me assumia
fingia que eu não existia

Foi abusivo sim
Quando te cobrei, quando desabafei e em uma tentativa de conversa
você manipulou toda a situação para parecer que todo aquele sentimento, sozinha eu criei

Foi abusivo quando VOCÊ PROMETEU MUDAR
E mudou por três dias
para depois sumir, me ignorar e a minha felicidade, matar
E quando eu finalmente enxerguei essas coisas
Quando eu finalmente achei que o pesadelo iria acabar
Você foi abusivo por tentar me atacar

Foi abusivo quando você destruiu meus dias com mensagens
Foi abusivo quando você usou delas para fazer terror psicológico
Foi abusivo quando você fez eu me sentir culpada pelas suas atitudes errôneas
Foi abusivo quando, pela milésima vez, você me fez chorar
E me sentir a pior pessoa do mundo
Quando a única coisa que eu fiz foi me defender

E, infelizmente, ainda tem sido abusivo
Porque você me consumiu
No facebook prometeu desculpas que nunca chegaram
e eu sigo aqui tentando superar o fato de que você só me iludiu

Capaz de te amar

É incrível como as coisas mudam
Como o pensamento amadurece
E como o tempo cura

Há alguns meses eu escrevia linhas fofas por você
Hoje só quero te esquecer

Você escolheu não me dar valor
Escolheu não me dar atenção
E o que posso fazer se já cansei de me ver sofrer ?

Pode ser que um dia a gente volte a se abraçar
Pode ser que um dia a gente volte a se beijar
Se esse dia chegar
Eu não sei… talvez eu já não queira mais
Porém talvez eu descubra que ainda sou capaz de te amar

Não consegui dar um nome

Hoje eu escrevi sobre você no meu diário
Foram algumas poucas linhas mas eu escrevi
Não foi a primeira vez
Já tive dias de desespero
E meu único alívio era escrever textos e mais textos sobre como sinto a falta do seu cheiro

Não me orgulho disso
Não me orgulho de fraquejar assim
Alimentar esse sentimento não é bom pra mim

Tento acreditar que talvez, de alguma forma
Você goste de mim
Sei que nem sempre as coisas são como idealizamos e que existem diversos obstáculos à frente da nossa felicidade
Sei também, que se eu valesse à pena, você teria superado tudo por mim

É triste reconhecer que só eu penso em você
Só eu sinto saudades
E só eu tenho vontade de realmente te conhecer
Um dia, quem sabe, eu vou começar a te entender

Enquanto isso sigo ferindo meu orgulho às escondidas
Escrevendo sobre você nas minhas inúmeras linhas
E antes que me pergunte: não, eu não me orgulho disso

-Stéphanie Cribb-

Hoje

Hoje eu acordei com uma música bem estressante no despertador, Eu poderia te-lo jogado longe e levantar xingando o mundo inteiro, mas eu só consegui me sentar, desligá-lo , cansada, ajeitar meus cachos que teimavam em se soltarem.

Ainda cansada eu passei a mão pela testa e franzi o cenho. Um suspiro revelou a mnha frustração,  o balançar da minha cabeça denunciou o quanto eu queria que aqueles pensamentos fossem embora.

De repente eu lembrei do sonho… ah, esse sonho que me perseguia desde… Quando foi mesmo que você trocou a pessoa que mais se importava com você pelo primeiro rabo de saia que passou ?

Nós passamos por intensos altos e baixos, e três anos nessa história toda só me deixou mais e mais cansada. Eu queria muito te ligar, de verdade. Meu celular está até em uma das minhas mãos e eu estou olhando fixamente a sua foto, mas graças a Deus meu orgulho fala mais alto.

Eu to cansada desse amor que só me deixa mais cansada; e se te amar significa sofrer desse jeito, eu desisto.

E depois de todo esse sofrimento, eu ainda consigo dizer ‘muito obrigada’

 

Enfim muito obrigada.

Eu achei que nunca iria conseguir dizer isso.

Passei a última semana toda tentando tirar algo bom desse pesadelo porque é sempre isso que eu faço.

Tudo é aprendizagem e experiência então na tentativa de amenizar a dor, eu tento enxergar alguma coisa boa na qual eu possa me apoiar.

 

Muito obrigada

Mas não pelos falsos momentos bonitos

Não pelos incompletos sorrisos

E muito menos pelos irrefutáveis sorrisos

 

Muito obrigada

Mas não pelas crises de ansiedade

Não pelas lágrimas que teimaram em sair

E muito menos pelas horas sem dormir

 

Muito obrigada

Mas não pelo seu comportamento abusivo

Não pela sua posição machista

E muito, muito menos pelo seu caráter racista

 

Muito obrigada

Mas não por ter mentido pra mim

Não por ter insistido em colocar sua ex como pauta das nossas conversas e tentar fazê-la de louca pra mim

E muito menos por fazer eu me sentir tão insuficiente assim

 

Muito obrigada

Mas não por todo terror psicológico

Não por me fazer achar que eu era culpada pelas suas escolhas erradas

E nem por ter assassinado toda minha alegria, todas as minhas risadas

 

Muito obrigada

Mas sim por, de alguma forma, me tornar mais forte

Por me fazer entender que, independente do que aconteça, eu valho mais do que um dia pensei valer

 

Muito obrigada

Por ter me fortalecido enquanto mulher

Por ter me inspirado a ajudar outras mulheres

E por ter me mostrado que eu tenho amigos e pessoas boas capazes de me acolher

 

Muito obrigada

Porque essa desilusão tem me ajudado a  enxergar que eu posso ser e fazer o que eu quiser

Que eu posso sentir e estar onde eu quiser

E viver da maneira que eu bem quiser

 

Muito obrigada pelos sentimentos bons que você fortaleceu em mim.

Isso mostra que, diferente de você, eu ainda sou humana.

E muito obrigada por me mostrar que talvez, lá no fundo e com muito esforço, você consiga ser uma pessoa boa porque eu não quero ter que te odiar.

Já pensou que merda seria se, para superar, a você eu tivesse que me igualar?

24/05/2017

caos

 

Hoje foi dia de revolução. O tempo até abriu. Fez sol e as ruas amanheceram esperando todos os seus manifestantes.

Eu passei o dia tentando ignorar as notícias, mas elas vinham até mim de uma forma que ninguém podia controlar. E como se não bastassem mortos e feridos em um atentado na Inglaterra recentemente, Brasília literalmente pegou fogo deixando no ar todo um caminhão de ansiedade e preocupação.

O número exato eu não sei, mas haviam muitos estudantes lá. Muita gente que, de alguma forma e diferente de mim, não perdeu as esperanças e resolveu se mexer por um governo mais justo. E então, por um momento eu sorri. Sorri porque fiquei feliz em ver que ainda existe gente com força de vontade o suficiente para lutar. E no momento seguinte eu achei que pudesse voltar a ter esperança e força de vontade também (equivocada estava eu).

O dia passou e finalmente eu consegui ignorar as notícias, mas aí veio a noite e a agilidade da rede social em me contar quase tudo que havia acontecido nas últimas horas.

Uma mulher – estudante – negra foi presa.

Por que ?

Estou me perguntando isso há alguns minutos e, embora eu não queira afirmar porque de fato me dói muito, essa estudante foi presa porque era negra. Apenas por isso.

No Brasil – e no mundo inteiro – nós, negros não precisamos fazer muita coisa para sermos detidos, repreendidos e agredidos. A cor da nossa pele fala por si só, e sempre falou. A sociedade ainda não nos aceita, não dá espaço para nossa voz e, pior que isso: a polícia não nos protege. A polícia é opressora, covarde, fria, corrupta e injusta. Eu sei que é. Eu vivi o pânico de correr da polícia militar uma vez para nunca mais!

A corda vai sempre arrebentar para o lado mais fraco e o lado mais fraco é o lado do negro. Da mulher negra! É mais fácil a sociedade deixar que isso aconteça com a gente mesmo, alguém precisa pagar, alguém precisa ser injustiçado para que eles gritem sobre como a polícia é racista. Porque quando eles gritam vale, mas por outro lado quando nós gritamos…

Eu queria que todos os meus irmãos se resguardassem, assim como eu optei por me resguardar – fortemente – também. Nossas vidas importam. Elas valem ouro. Se uma tragédia acontecer, Estado nenhum vai se importar com a dor causada e as oportunidades tiradas.

Lutem, gritem e ergam seus punhos, mas por favor se resguardem.

Hold On, o novo single de Chord Overstreet

chrd overstreet hold on.jpg
Imagem: Google

Voltei com mais um single, terráqueos ! Desta vez, graças a Deus e Internet, não estou atrasada.

‘Hold On’ é o novo single de Chord Overstreet e foi lançado hoje, dia 03/02/107. Isso mesmo, hoje !!!

Essa música fala, basicamente, de quando você perde uma pessoa, ou está em um relacionamento que se encontra abalado, mas ainda assim seu amor por aquele(a) indivíduo(a) persiste e é maior do que muitos sentimentos dentro de você. Chord se baseou em um relacionamento antigo e conturbado. Ele disse que enfrentou altos e baixos, idas e vindas, mas que no final percebeu o quão forte era aquele amor todo.

Com uma melodia bem reconfortante e uma letra bem bonita, Chord nos dá a sensação de sermos entendidos e expressados em uma música.

Deixo a seguir o link da música no youtube; logo depois o link de sua entrevista para a revista People, na qual ele fala sobre suas inspirações, e por fim as demais plataformas nas quais se encontram a música.

 

Entrevista para a revista People: http://migre.me/vZuj5

Outras plataformas:

Spotify:

iTunes:

Amazon:

Google Play: http://migre.me/vZukw

Playlist do mês: janeiro/17 – parte II

Como dito no último post, essa playlist foi dividida em duas partes e aqui está a que retrata meu momento depressivo de janeiro.

Aconteceu muita coisa na minha vida e vocês puderam saber um pouquinho de tudo lendo meus últimos post. Nesses momentos (aliás, sempre) a musica é minha melhor companhia. Sempre que as crises vinham a música me ajudava a chorar e jogar fora todo sentimento ruim que estivesse dentro de mim. Às veze só me deixava pensativa, mas no fim sempre me fazia dormir mais leve.

#1 GLEE CAST – FIX YOU

Eu amo essa música. A versão do Coldplay é linda e está na minha playlist também, mas Glee é minha vida e ouvir essa canção na voz de Mathew Morrison é muito reconfortante.

 

#2 GLEE CAST – THE SCIENTIST

Preparem-se para a enxurrada de Glee.

Essa versão me mata. Lembro até hoje de quando vi o episódio (The Break-up que é o meu preferido dessa season) e não acreditei que os casais estavam se separando. Choro até hoje com essa versão.

 

#3 GLEE CAST – CONSTANT CRAVING

Essa performance é da season 3 (2011) e desde que o episódio foi ao ar, me apeguei a essa música de um jeito que eu nunca entendi. Ela me á forças, sério mesmo, mas ao mesmo tempo me faz chorar por me deixar muito sentimental.

 

#4 GLEE CAST – ONE OF US

Essa perfomance é a final do episódio Grilled Jesus da season 3. Eu amo muito esse episódio e já o assisti diversas vezes por causa dessa música de do solo do Cory Monteith, Losing My Religion (que, além de girls just wanna have fun, é meu solos favoritos dele).

Procurem a música completa, na versão mesmo de Glee. É linda!

 

#5  GLEE CAST – CRY

A versão que está na minha playlist do Spotify é a original da Kelly Clarkson, mas a que eu amo mesmo é essa aqui (embora eu odeie Rachel Berry/Lea Michele):

 

#6 PARAMORE – CONSPIRANCY

Eu amo demais essa músics, muito mesmo ! E amo ouvi-la seguida de FranklinMy Heart (ambas do mesmo álbum).

 

#7 REIK – FUI

Reik é uma banda mexicana que está na minha vida desde 2009/2010 e esteve presente em toda a minha adolescência. Esse trio tem músicas incríveis de tão tocantes e essa é a que mais me deixa sem palavras. Na minha playlist também tem Como me duele, que é a minha favorita deles mas não me deixa tão sem ar quanto esta:

 

#8 5 A SECO -PRA VOCÊ DAR O NOME

Finalmente uma música nacional, não é mesmo ?

Nossa, essa poesia em forma de música me reconforta muito (apesar de me fazer chorar bastante). É linda e acho que todo mundo deveria ouvir pelo menos 1 vez na vida.

 

É isso! Espero que essa playlist ajudem vocês nos momentos mais tristes e mais felizes da vida também (: