24/05/2017

caos

 

Hoje foi dia de revolução. O tempo até abriu. Fez sol e as ruas amanheceram esperando todos os seus manifestantes.

Eu passei o dia tentando ignorar as notícias, mas elas vinham até mim de uma forma que ninguém podia controlar. E como se não bastassem mortos e feridos em um atentado na Inglaterra recentemente, Brasília literalmente pegou fogo deixando no ar todo um caminhão de ansiedade e preocupação.

O número exato eu não sei, mas haviam muitos estudantes lá. Muita gente que, de alguma forma e diferente de mim, não perdeu as esperanças e resolveu se mexer por um governo mais justo. E então, por um momento eu sorri. Sorri porque fiquei feliz em ver que ainda existe gente com força de vontade o suficiente para lutar. E no momento seguinte eu achei que pudesse voltar a ter esperança e força de vontade também (equivocada estava eu).

O dia passou e finalmente eu consegui ignorar as notícias, mas aí veio a noite e a agilidade da rede social em me contar quase tudo que havia acontecido nas últimas horas.

Uma mulher – estudante – negra foi presa.

Por que ?

Estou me perguntando isso há alguns minutos e, embora eu não queira afirmar porque de fato me dói muito, essa estudante foi presa porque era negra. Apenas por isso.

No Brasil – e no mundo inteiro – nós, negros não precisamos fazer muita coisa para sermos detidos, repreendidos e agredidos. A cor da nossa pele fala por si só, e sempre falou. A sociedade ainda não nos aceita, não dá espaço para nossa voz e, pior que isso: a polícia não nos protege. A polícia é opressora, covarde, fria, corrupta e injusta. Eu sei que é. Eu vivi o pânico de correr da polícia militar uma vez para nunca mais!

A corda vai sempre arrebentar para o lado mais fraco e o lado mais fraco é o lado do negro. Da mulher negra! É mais fácil a sociedade deixar que isso aconteça com a gente mesmo, alguém precisa pagar, alguém precisa ser injustiçado para que eles gritem sobre como a polícia é racista. Porque quando eles gritam vale, mas por outro lado quando nós gritamos…

Eu queria que todos os meus irmãos se resguardassem, assim como eu optei por me resguardar – fortemente – também. Nossas vidas importam. Elas valem ouro. Se uma tragédia acontecer, Estado nenhum vai se importar com a dor causada e as oportunidades tiradas.

Lutem, gritem e ergam seus punhos, mas por favor se resguardem.

Hold On, o novo single de Chord Overstreet

chrd overstreet hold on.jpg
Imagem: Google

Voltei com mais um single, terráqueos ! Desta vez, graças a Deus e Internet, não estou atrasada.

‘Hold On’ é o novo single de Chord Overstreet e foi lançado hoje, dia 03/02/107. Isso mesmo, hoje !!!

Essa música fala, basicamente, de quando você perde uma pessoa, ou está em um relacionamento que se encontra abalado, mas ainda assim seu amor por aquele(a) indivíduo(a) persiste e é maior do que muitos sentimentos dentro de você. Chord se baseou em um relacionamento antigo e conturbado. Ele disse que enfrentou altos e baixos, idas e vindas, mas que no final percebeu o quão forte era aquele amor todo.

Com uma melodia bem reconfortante e uma letra bem bonita, Chord nos dá a sensação de sermos entendidos e expressados em uma música.

Deixo a seguir o link da música no youtube; logo depois o link de sua entrevista para a revista People, na qual ele fala sobre suas inspirações, e por fim as demais plataformas nas quais se encontram a música.

 

Entrevista para a revista People: http://migre.me/vZuj5

Outras plataformas:

Spotify:

iTunes:

Amazon:

Google Play: http://migre.me/vZukw

Playlist do mês: janeiro/17 – parte II

Como dito no último post, essa playlist foi dividida em duas partes e aqui está a que retrata meu momento depressivo de janeiro.

Aconteceu muita coisa na minha vida e vocês puderam saber um pouquinho de tudo lendo meus últimos post. Nesses momentos (aliás, sempre) a musica é minha melhor companhia. Sempre que as crises vinham a música me ajudava a chorar e jogar fora todo sentimento ruim que estivesse dentro de mim. Às veze só me deixava pensativa, mas no fim sempre me fazia dormir mais leve.

#1 GLEE CAST – FIX YOU

Eu amo essa música. A versão do Coldplay é linda e está na minha playlist também, mas Glee é minha vida e ouvir essa canção na voz de Mathew Morrison é muito reconfortante.

 

#2 GLEE CAST – THE SCIENTIST

Preparem-se para a enxurrada de Glee.

Essa versão me mata. Lembro até hoje de quando vi o episódio (The Break-up que é o meu preferido dessa season) e não acreditei que os casais estavam se separando. Choro até hoje com essa versão.

 

#3 GLEE CAST – CONSTANT CRAVING

Essa performance é da season 3 (2011) e desde que o episódio foi ao ar, me apeguei a essa música de um jeito que eu nunca entendi. Ela me á forças, sério mesmo, mas ao mesmo tempo me faz chorar por me deixar muito sentimental.

 

#4 GLEE CAST – ONE OF US

Essa perfomance é a final do episódio Grilled Jesus da season 3. Eu amo muito esse episódio e já o assisti diversas vezes por causa dessa música de do solo do Cory Monteith, Losing My Religion (que, além de girls just wanna have fun, é meu solos favoritos dele).

Procurem a música completa, na versão mesmo de Glee. É linda!

 

#5  GLEE CAST – CRY

A versão que está na minha playlist do Spotify é a original da Kelly Clarkson, mas a que eu amo mesmo é essa aqui (embora eu odeie Rachel Berry/Lea Michele):

 

#6 PARAMORE – CONSPIRANCY

Eu amo demais essa músics, muito mesmo ! E amo ouvi-la seguida de FranklinMy Heart (ambas do mesmo álbum).

 

#7 REIK – FUI

Reik é uma banda mexicana que está na minha vida desde 2009/2010 e esteve presente em toda a minha adolescência. Esse trio tem músicas incríveis de tão tocantes e essa é a que mais me deixa sem palavras. Na minha playlist também tem Como me duele, que é a minha favorita deles mas não me deixa tão sem ar quanto esta:

 

#8 5 A SECO -PRA VOCÊ DAR O NOME

Finalmente uma música nacional, não é mesmo ?

Nossa, essa poesia em forma de música me reconforta muito (apesar de me fazer chorar bastante). É linda e acho que todo mundo deveria ouvir pelo menos 1 vez na vida.

 

É isso! Espero que essa playlist ajudem vocês nos momentos mais tristes e mais felizes da vida também (:

 

 

Playlist do mês: janeiro/17 – parte I

OLÁ SERES HUMANOS OU MARCIANOS !

Esse post está um pouquinho atrasado. Pouquinho?

A ideia era ter feito uma playlist de ano novo pra vocês logo na primeira semana do ano (quando eu voltei de “viagem”), porém, por motivos de depressão e isolamento social, eu não consegui escrever quase nada e nem tinha animo pra vir aqui (meu refúgio, amém).

Meus últimos dias de 2016 e primeiros de 2017 foi marcado por MUITA MÚSICA. Muita mesmo. Nossa, a gente passava o dia na praia, chegava em casa, colocava o youtube para funcionar na tv  e passávamos a noite toda assistindo clipes e apresentações ao vivo.

Esse post será dividido em duas partes: esta sobre a época da virada do ano mesmo e a segunda parte que, infelizmente, é mais depressiva e marca o meu início de mês. 

Espero que gostem (:

#1 RIHANNA – IF IT’S LOVIN’ THAT YOU WANT

Essa tocou à beça e a gente até ensaiou coreografia.

 

#2 RIHANNA – SHUT UP AND DRIVE

Essa aqui era uma das favoritas de um amigo meu, e todo dia a gente acordava com ela.

 

#3 RIHANNA – REHAB FEAT. JUSTIN TIMBERLAKE

Gente, tve muita Rihanna siiiim. Socorro! Hahahahahaha. Aqui eu deixo o link do clipe oficial, mas procurem o áudio original para ver que a participação do Justin é um pouquinho maior do que aprece.

 

#4 JUSTIN TIMBERLAKE – WHAT GOES AROUND COMES AROUND

E por falar em Justin Timberlake, olha o que temos aqui!

Pra quem não tiver paciência, existe uma versão desse mesmo clipe com cinco minutos de duração e tá disponível no canal da vevo no youtube.

 

#6 JUSTIN TIMBERLAKE – CRY ME A RIVER

E o que falar dessa indireta diretíssima para a senhorita Britney Spears?

 

#7 NELLY – MY PLACE

Essa música antigona do Nelly tocou repetidas vezes na vagem só por causa do “Nha” que soltam no sample. Percebam e riam comigo hahahha

 

#8 KANYE WEST – ALL FALLS DOWN

E esse hino de quando Mr. West era um artista mesmo ? Nossa, essa toca repetidas vezes nas minhas plataformas musicais desde antes da viagem (toco durante e vem tocando depois também). Eu e minha irmã amamos forte!

 

Resumindo muito mesmo, essas oram as músicas que mais marcaram (positivamente) os meus dias 30 e 31 de dezembro, e 01 e 02 de janeiro.

 

 

 

Novidades no V.A

E aí, gente, tudo bom ? EU espero que sim !

Aqui tá tudo mais ou menos, minha vida tá bem amarela, mas um dia – quem sabe – eu explico tudo pra vocês. O que tem me animado mesmo são uns projetos que estão na minha cabeças e que eu planejo por em prática ao longo do ano.

MAS ENFIM, VAMO FALAR DE COISA BOA, VAMO FALAR DE TEKPIX!

A primeira novidade é que está tudo caminhando bem para eu me tornar uma nova membro do QG DOS BLOGUEIROS. Mas Stéph, o que é QG dos logueiros ? Fácil, O QG é o QUartel General dos Bloguiros e ele nos dá  muita ajuda, muito suporte, na divulgação e crescimento do nosso site. O logo deles está a direita da tela e, clicando nele, vocês são direcionados ao site, onde podem entender um pouco melhor sobre o projeto. O Lucas e muito atencioso e está conversando comigo via e-mail. Assim que estiver tudo certinho venho explicar e contar melhor pra vocês os detalhes deste projeto.

 

A OUTRA NOVIDADE É… CATEGORIA NOVA AQUI NO BLOG !

Gente, eu to muito animada pra essa nova categoria. Ela se chama Análise, e consiste na análise de várias coisas. Tentarei focar em episódios de séries (cuidado com os spoilers), livros e talvz clipe/letra de música.

Esses dias eu criei um tumblr e me deparei com uma análise (em inglês) do episódio 03×10 de The Flash. Achei muito interessante a forma que expuseram a opinião e interpretação sobre uma cena Westallen (Iris West + Barry Allen) e tive vontade de fazer a mesma coisa. Visando a próxima faculdade que quero fazer (letras), pensei que seria legal expandir essa ideia e abordar análises de outras coisas que nos fazem refletir e ter pensamento crítico.

 

Espero muito que vocês fiquem animados com essa novidade, da mesma maneira que eu to. Não esqueçam de comentar e compartilhar os posts com os amigos e tal. É muito importante (:

 

Meu tumblr: https://someunholyamy.tumblr.com/

Company, o novo single da Tinashe

tinshe company.jpg

Tinashe é uma jovem cantora de Soul e R&B, e é bom frisar aqui que Soul e R&B não é POP, então, pessoas que dizem por aí que Tinashe é a nova cantora POP, parem porque tá muito close errado!

Feita a introdução, vamos ao que interessa: Seu novo single!

Em 6 de janeiro de 2017 é divulgado o clipe do mais recente single da cantora Tinashe: Company.  A música é dançante, envolvente, sensual. O clipe então, não fica atrás. Tinashe é talentosa, arrasa na daça e tem uma voz macia e sedutora. No clipe, como em todos os outros, é capaz de ser ter noção de suas habilidade com a dança e com a arte da sedução. Tinashe está de parabéns e eu só consigo lembrar da rainha Ciara quando olho pra ela. Deus permita que um feat aconteça logo entre essas duas !

Company faz parte do seunda álbum da cantora, o Nightride o qual apresenta os singles Superlove (que já apareceu em uma playlist aqui no blog) e Party Favours.

Homeland, o primeiro single de Chord Overstreet

chord overstreet homeland.jpg

É gente, e t um pouquinho atrasada nesse post mas é aquele ditado: antes tarde do que nunca !

Em 26 de agosto de 2016, Chord Overstreet lançou seu mais novo single, Homeland. A música é linda, calma, sentimental, singificativa e ainda conta com arranjos eletrônicos sem esconder a potência do violão em seus versos.

Com um visual e um toque country em sua obra, o cantor se expressou de forma sincera sobre como é ter um lugar reconfortante e se sentir acolhido por ele.

Para quem não sabe muito, Chord Overstreet se tornou conhecido por interpretar o eterno, querido e nem tão ingênuo Sam Evans na (minha favorita) série Glee. Ele se juntou ao elenco em 2010 para participar apenas da segunda temporada. Assim que seu contrato expirou, os fãs (eu to incluída nessa) ficaram tristes e se mobilizaram para trazê-o de volta. Nesse meio tempo de ‘confirma não confirma o ator para a terceira temporada’ Chord tentou carreira musical (em 2011 mesmo) e lançou seu primeiríssimo single Beautiful Girl. No final, ele acabou voltando para a série como  ator recorrente e se tornou “fixo” a partir a quarta temporada e permaneceu assim até a sexta e última.

Deixo-lhes aqui o clipe de Homeland, que foi lançado em 7 de outubro de 2016; e abaixo o primeiro single de sua carreira, Beautiful Girl, lançado em  2011.

 

Álbum da vez: STARBOY – THE WEEKND

Todo mundo sabe que o talento do jovem Abel Makkonen Tesfaye, de 26 anos, é indiscutível. Eu lmbro quando ele estourou com I Can’t Feel My Face e foi até comparado a Michael Jackson. Amém pra eles!

Atendendo artisticamente pelo nome de The Weeknd, o cantor lançou seu terceiro álbum de estúdio, Starboy, no dia 25/11/2016. Ele conta com a produção e participação do Daft Punk e colaborações de Lana Del Rey, Future e Kendrick Lamar.

O álbum é muito bom, de verdade. Quem conhece os outros ábuns do cantor (Triology, Kiss Land e Beauty Behind Madness) sabe o quão talentoso ele é e sabe o quão gostosas são as músicas dele. Jesus abençoa esse cara e essa voz e essa capacidade de fazer a gente viajar com cada músic.

No álbum novo eu não consigo escolher uma favorita não, gosto de todas porque realmente TODAS SÃO BOAS, mas confesso que quando começo a ouvir Party Monster e True Colors não consigo mais parar (elas já entraram numa playlist aqui hehehe). E na verdade eu aco que não consigo tirar nenhuma música do repeat mesmo, rs.

Vou deixar aqui o link do single promocional que leva o mesmo nome do álbum e do single mais recente (a minha favorita Party Monster) logo abaixo o link para vocês baixarem o cd.

 

Baixe o Starboy no Hits&Beats: http://v5.hitsebeats.xyz/2016/11/the-weeknd-starboy-international_26.html

Por que blogueira negra só pode falar de estética?

 

OI!

To aqui hoje pra indagar vocês e tentar espalhar uma auto reflexão por aí.

Desde que resolvi retomar minhas atividades no blog  e tentar levar isso aqui a sério, comecei a refletir sobre conteúdos abordados, direções que eu iria tomar e inspirações que eu iria ter.

Estou em um processo de redescobrimento dos meus interesses profissionais e estou a ponto de trocar minha faculdade de Química por uma de Letras, afim de trabalhar com produção textual. O blog da Isabela Freitas me chamou muito a atenção, porque foi a partir dele que ela conseguiu publicar 2 livros (seria meu sonho?). Porém eu não posso me espelhar em Isabela Freitas. Nunca poderei ! Isabela é branca, loira, mora em São Paulo. É privilegiada de montão pela sociedade e teve a sorte de uma editora ir atrás dela para publicar seus livros. Talvez isso nunca aconteça comigo e talvez eu não consiga um blog como o dela (já que eu sou negra e ninguém liga para blogueiras negras). Aí eu parei e lembrei que eu preciso me inspirar SEMPRE em mulheres negras.

Conheço uma penca de youtubers negras. Repito: youtubers. E vamos frisar que youtuber e blogueira NÃO é a mesma coisa. Essas youtubers, porém só falam de cabelo e maquiagem. As que possuem um blog também só falam disso e postam look do dia.

O Geledés é um portal negro com vários textos e discussões e que poderia ser levado em conta na minha lista de inspirações para o blog. Porém, por trás do blog geledés existe uma grande equipe e ele tem um caráter informativo (eu acho), não pessoal. Talvez não desse certo usá-lo como inspiração.

Eu estou incomodada e inquieta. Por que que as blogueiras negras só falam de cabelo ? A gente só pode falar disso ? Por que ninguém dá espaço ou credibilidade para as (poucas) blogueiras negras que compartilham contos e crônicas (se é que elas existem), ou até mesmo falam de militância em seu próprio site ?

Parece que a palavra empoderamento virou sinônimo de estética. E isso não é nada legal.

 

Portal Geledés: http://www.geledes.org.br/

Blog da Isabela Freitas: http://www.isabelafreitas.com.br/

Enfim 2017 !

Eu queria vir comemorar e fazer um post bem alegre pra vocês, mas infelizmente não consigo.

Fui passar minha virada do ano em Maricá, no Rio de Janeiro né. Alguma coisa (as minhas crises existenciais) me dizia para eu não ir porque eu não iria me divertir o suficiente. Como boa taurina, persisti na minha teimosia e fui mesmo assim.

Preciso confessar que a “viagem” não foi tão ruim. Nós fomos bastante à praia, assistimos muuuuuuuuitos clipes na televisão (sim, toda vez que estávamos em casa só comíamos e assistíamos diversos clipes na tv mesmo), assistíamos filmes, ríamos… Eu cheguei no dia 30 e vim embora no dia 03. Foram 4 dias bem divertidos se não fosse por um pequeno acontecimento…

Eu já tinha noção que eu poderia me emocionar na virado do dia 31 para o dia 01. O ano passado foi bem pesado pra mim e a chegada de um ano novo me trazia esperança para um recomeço. Foi então que no dia 31, de manhã, aquela menina (do outro post, lembram?) que desgraçou minha vida resolveu me chamar no whatsapp. Eu fiquei extremamente revoltada porque só o nome dela me dá crise de ansiedade. Fiquei tensa o dia todo e mal consegui sorrir. Fomos pra praia e eu dormi na areia porque não conseguia interagir com ninguém. A noite, quando preparávamos a ceia, a internet acabou e isso só aumentou meu estresse  minha ansiedade. Por fim deu meia noite e nós fomos pra praia ver os fogos. Na volta, a internet já havia ressuscitado e eu resolvi abrir meu whatsapp. Ela me mandou mensagem  dizendo que queria conversar comigo quando as aulas voltassem e etc.

EU ODIEI AQUILO.

Veio uma falta de ar e eu comecei a chorar descontroladamente. De repente eu nem sabia mais o que estava sentindo e nem ligava se me vissem chorando. Eu tremi de nervoso e solucei feito criança. Foi mito doloroso e eu a odiei muito forte por ter cabo com meu ano novo. Minha maior esperança de tentar recomeçar a me amar!

Minha irmã, por sorte, apareceu no meio da minha crise e me deu altos conselhos. Ela me ajuda muito me valoriza muito e eu a amo !

Demorou pra eu me recompor. Eu só queria voltar pra casa e ficar com a minha mãe. O ano novo tinha acabado pra mim e eu resolvi que só iria responde-la no dia seguinte. Depois de me acalmar tomei um banho e fui dormir sem falar com ninguém.

No dia seguinte acordei antes de todo mundo e mandei logo altas verdade pra ela. Mandei todo meu sofrimento (ou quase todo) e me senti, finalmente, um pouco mais em paz comigo mesma. Ela respondeu com outra mensagem maior ainda e, eu não sabia que isso ainda era possível, mas ela acertou meu coração com um soco terrível. A pior parte não foi ler que ela tinha se apaixonado muito rápido por outra garota, a pior parte foi ver qu ela não reconhecia totalmente a sua própria culpa. Ela já me fazia mal antes mesmo dessa garota aparecer.

Chorei mais um pouco, mas percebi que não podia ficar sempre caindo no mesmo erro. Tentei ignorar e só falei que não precisávamos conversar mais nada. Ela não respondeu, então eu fui tomar banho e tentar aproveitar o resto da viagem.

Enfim, achei que tava tudo resolvido quando chego em casa e uma amiga minha vem me falar que ela fez um puta textão no facebook. Eu fui ler e eu fiquei eternamente ENOJADA! Como que uma pessoa pode ser escrota com a oura, tentar se desculpar e no minuto seguinte ir pedir biscoito no facebook ? EU NÃO SEI COMO EU FUI ME APAIXONAR POR ESSE TIPO DE PESSOA EGOÍSTA E QUE SÓ PENSA NO PRÓPRIO EGO.

Não sejam assim. AUTORREFLEXÃO É UMA COISA INTERNA E NÃO UMA COISA PARA SE FAZER TEXTÃO NO FACEBOOK.

Eu to mt enjoada até agora com isso tudo, e to detestando essa garota porque ela estragou meu começo de ano. Agora minhas crises existenciais não me largam mesmo e eu to achando que tenho depressão porque quero me isolar do mundo, acordo triste todo dia e não vejo graça nessa vida.

Desculpem a infelicidade do primeiro post de 2017 e não desistam de mim!